01 julho 2014

REFORMA POLÍTICA, PRA QUÊ?

Se os parlamentares que aprovam o tempo de duração de seus mandatos, bem assim, o valor de seus próprios salários (que eles denominam de subsídios como forma de 'enganar' - como efetivamente enganam - o leão do Imposto de Renda), são os mesmos que vão (um dia) promover a reforma política, pode-se concluir que quaisquer que sejam as regras os eleitos serão sempre os mesmos.

Nenhum comentário: