22 abril 2014

ARTIGO.



LEGADO DA COPA 2014.

Alegria para muitos que acreditam em resultados positivos com a presença da “Copa 2014” aqui em  Natal. Penso diferente. As imposições da Fifa ultrapassam o razoabilidade. Uma delas, a intervenção no comércio local, considerada mais chocante; pois o contribuinte que paga seus impostos e taxas em dia, para exercer suas atividades, não está sujeito às hostes de uma organização mundial que só pensa em dinheiro para seus cofres e bolsos dos seus dirigentes. 

A propósito, a “Arena das Dunas” e outras mais, foram ou serão construídas com dinheiro público, arrancado do nosso bolso e aplicado sem o mínimo respeito à saúde, à educação e à segurança pública, que pedem socorro. Há quem diga que o evento deixará um legado para a nossa cidade. 

Contabilizo uma vantagem: Natal ficará conhecida no mundo inteiro, como ficou na Segunda Guerra Mundial, para a civilização da época. Não acredito que a ‘Arena das Dunas’ venha a se constituir num “elefante branco”. Mas as vias de acesso inconclusas irão exigir manutenção e quem dará? Se a prefeitura, mostramos um exemplo macabro: ‘o viaduto do baldo’ que, de há muito, clama por manutenção. E os acessos à arena (das dunas) não serão diferentes.  Ninguém evitará o transtorno. O perigo é transitar sobre um desses viadutos concluídos às pressas, depois caindo aos pedaços. Que não seja verdadeira esta premonição.

JOSÉ SANTOS DINIZ – JP/242-RN

Nenhum comentário: