24 abril 2013

SENADOR ALVARO DIAS DIZ EM PRONUNCIAMENTO QUE TEM "ESQUEMA" NAS LOTERIAS DA CAIXA.

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR), em pronunciamento durante a sessão de ontem (nesta terça-feira, 23), cobrou da Polícia Federal e do Ministério Público a apuração de denúncias de lavagem de dinheiro e manipulação de resultados nas loterias da Caixa Econômica Federal.
.
Ele disse que as investigações desses casos precisam ser concluídas para apontar a responsabilidade civil e criminal dos envolvidos.

Alvaro Dias também cobrou da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, celeridade nos procedimentos para aprovação de projeto de sua autoria que estabelece instrumentos para evitar que as loterias da Caixa sejam utilizadas em ações de lavagem de dinheiro. O PLS 62/2007 aguarda designação de relator na comissão.
.
Alvaro Dias disse que as denúncias sobre as loterias estão presentes nas redes sociais e relembrou episódios de supostas fraudes no pagamento dos prêmios, como o de um sorteio “estranho e duvidoso” que contemplou uma série de ganhadores, quando a probabilidade teórica da ocorrência seria de um caso a cada 400 anos.

Ele também citou casos de pessoas que conseguiram ganhar na loteria 550, 107, 327 e 206 vezes na loteria e ainda a história de um cidadão que ganhou 107 prêmios no mesmo dia em sete modalidades de loteria em vários estados da Federação. 
.
Alvaro ressaltou que chegou a ser investigado pelo Ministério Público por vazar informações sigilosas do Coaf. No entanto, segundo ele, não cabe a um parlamentar eleito pelo povo encobrir crimes e proteger criminosos, mesmo que a legislação o impeça.
 
NOTA: é obvio que se existe "esquema" no âmbito das loterias comandadas pela Caixa Econômica Federal (CEF), não pode ser direcionado apenas para o período posterior aos oito (8) anos do governo de FHC, ou seja após 2002, como denuncia o nobre senador tucano. O buraco é mais em baixo e muito maior do que se pode imaginar. Ao menos é o que deixa transparecer as notícias que circulam pela rede mundical de computadores.


Fonte :Jornalista Aderbal Machado

Nenhum comentário: