19 dezembro 2012

O MESMO "MODUS OPERANDI"

 
Rosalba, Claudia e Fafá - de quê será que elas riem?
Mesmo concordando plenamente com a necessidade de uma profunda mudança no modelo - centralizador, ultrapassado, arcaico e de poucos resultados - adotados durante as administrações das senhoras Rosalba Ciarlini (DEM) e Fafá Rosado (DEM), na prefeitura de Mossoró.

Discordo literalmente da forma como está sendo conduzida pela futura prefeita Cláudia Regina (DEM), que infelizmente adota a mesma postura e modus operandi das duas administrações passadas, impondo de baixo para cima, uma Reforma Administrativa sem consulta/discussão com as entidades representativas da sociedade civil, e o pior, acordada com a atual prefeita e o presidente da Câmara Municipal de Mossoró, vereador Francisco José Júnior (PSD), evitam um estudo/avaliação dos senhores vereadores, num total desrespeito a população.

Não questiono técnicamente o Projeto de Lei que trata da Reforma Administrativa que irá definir o novo formato, até por que não conheço, o novo organograma a ser colocado em prática.

Acredito ser bem melhor e racional que o atual, levando-se em consideração a presença do experiente e competente ex-prefeito de Natal e ex-secretário estadual de administração, professor Monoel Pereira dos Santos, na coordenação da equipe de transição.

Espero que o novo Projeto Administrativo, possa barrar ou inibir aqueles que não têm condições de assumirem cargos na administração, desestimulando os aventureiros de plantão.

Como mossoroense, vou torcer que a futura prefeita coloque Mossoró na vanguarda contra as nomeações de pessoas que não dignificam o serviço público, apurando capacidade e premiando aqueles que se capacitaram, somando-se ao corte dos cargos sem função alguma, desnecessários e em grande quantidade, acabando de vez com os "asponês", pessoas premiadas muitas vezes por falarem demais
 
 
Do blog de Carlos Escóssia.

Nenhum comentário: