16 agosto 2012

HISTÓRIA DE PARTIDO...


DEPUTADO EZEQUIEL FERREIRA REVELA: 

BENITO GAMA QUERIA INTERVIR 

NO PTB DE MOSSORÓ


O deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza, destituído pelo baiano Benito Gama, acaba de contar, no plenário da Assembleia Legislativa, que ao contrário do que está declarando aos jornais, Benito vinha fazendo pressões para que ele obrigasse o PTB de Mossoró a apoiar a candidatura da democrata Cláudia Regina.

Ezequiel revelou que foi chamado duas vezes pelo presidente nacional do partido, o enrolado no Mensalão, Roberto Jefferson, pedindo que ele atendesse a reivindicação de Benito…que era de fazer o partido, em Mossoró, apoiar Cláudia, quando, ao ser liberado democraticamente pelo deputado Ezequiel, decidiu pelo apoio à candidata Larissa Rosado.

“Não me envergonho do que fiz, faria novamente”, disse Ezequiel, fazendo citações, entre eles, que “um partido pode sobreviver sem os idiotas e sem os gananciosos”…

O deputado lembrou que no dia 18 de julho foi a Brasília votar, como presidente do diretório potiguar, no baiano Benito Gama para vice-presidente nacional do PTB.

“Não sabia eu que naquele dia já se montava uma arapuca ou uma baianada política contra mim”…

Ricardo Motta

 Aliado do governo Rosalba Ciarlini, companheiro de missão ao estrangeiro do secretário Benito Gama, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta, se pronunciou sobre a decisão do secretário ter destituído o deputado Ezequiel Ferreira da presidência do PTB.

“Não podemos aceitar mais esse tipo de comportamento, gesto e atitude”, disse o presidente.

“Respeito a posição, mas não aceito”, encerrou Ricardo.

 Márcia Maia

 A deputada Márcia Maia também pediu aparte ao deputado Ezequiel Ferreira para se solidarizar com o presidente destituído do PTB.

E afirmou que a decisão não foi só do secretário Benito Gama, mas do grupo do qual ele faz parte.

E referindo-se às pressões de Benito para que o PTB fizesse intervenção em Mossoró, criticou:

“Ele desrespeitou o povo de Mossoró”, disse Márcia.

 José Dias

O deputado José Dias (PSD) se solidarizou com o deputado Ezequiel Ferreira de Souza e fez críticas à forma, nada democrática, do secretário do governo, Benito Gama, que destituiu o deputado da presidência estadual do PTB.

“É um ato vergonhoso, truculento e imoral”, disse Dias, afirmando que o baiano Benito Gama será “devolvido” à Bahia pelo povo do Rio Grande do Norte.

“A passagem dele por aqui vai ser vergonhosa e suja. Mas vai ser passageira”, disse José Dias.

Nenhum comentário: