15 abril 2011

DEPUTADA PEDE PROVIDÊNCIAS PARA VIOLÊNCIA NO CAMPO.

.
A violência, que assolava basicamente as grandes cidades, chegou aos pequenos municípios e também à zona rural. Antes reduto de paz e tranquilidade, o campo atualmente convive com assaltos, furtos, arrombamentos, assassinatos e outros crimes.

Esse foi o tom dos discursos proferidos durante audiência pública realizada nesta sexta-feira,15, na Assembleia Legislativa, em Natal. 
.
Propositora da audiência, a deputada estadual Larissa Rosado(PSB), chamou atenção para o clima de insegurança que tem reinado na zona rural do Estado e pede providências das autoridades.

Os criminosos aproveitam-se da ausência ainda maior do Estado no meio rural e levam pânico a essas famílias. É necessário elaborar uma política de segurança pública para o campo, tornando mais significativa a presença do Estado, com rondas constantes, presença de viaturas, instalação de postos policiais, e ainda, melhoria das estradas vicinais para facilitar o acesso às comunidades", conclama Larissa.

A deputada falou ainda sobre a violência motivada por conflitos de terra, que classificou como formas de violência mais antigas, originadas na questão fundiária e de gênero.Para solucionar essas questões, a parlamentar sugeriu a criação de um Comitê de Conflito Agrário, para mediar e combater embates e tensões provocadas por disputa de terra e tornar mais civilizada a questão fundiária no Rio Grande do Norte.

Representando a Secretaria de Defesa Social, o delegado José Carlos, assegurou que o Estado está imbuído em combater de forma efetiva esses crimes e garantir a dignidade do homem da cidade e do campo.

Estiveram presentes na audiência, representantes da Secretária de Defesa Social, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Norte (FETARN),Movimento Sem Terra (MST), Ministério de Desenvolvimento Agrário, Associação Riograndense de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER), Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários e Apoio a Reforma Agrária(SEARA) e Sindicatos Rurais de vários municípios do Estado.

Com informações da jornalista Joyce Moura
.
Foto: João Gilberto
.
;

Nenhum comentário: