10 março 2011

ARTIGO.

.
LÁGRIMAS NAS ESCADARIAS.
(
Walter Medeiros - Jornalista) 
.
     Anualmente costumo fazer uma reflexão sobre a condição feminina, o que é resultado de um envolvimento nas lutas sociais desde os anos setenta. É uma necessidade que surge de fazer algumas comparações e checar certas evoluções nas conquistas. Dá para ver o que avançou, o que emperrou a até o que saiu de forma pouco desejável como resultado do movimento feminino. A cada ano lembro de muitas mulheres que tanto fizeram para construir um Brasil e um mundo melhor. E este ano reservei este espaço para homenagear no 8 de Março uma mulher que orgulha seus familiares, amigos e colegas de trabalho, pela sua história de lutas e vitórias na vida.
.
    De origem simples, estatura pequena, pele negra, interiorana, essa nossa amiga teria diante de si muitas adversidades que poderiam ter resultado em outra situação. Mas conseguiu estudar e participar ativamente de todos os momentos importantes da vida política e social da sua terra. Alguns fatores ajudaram, como as atividades de grupos e entidades das quais sempre procurou aproximar-se e participar. Estava sempre em meio a eventos, promoções e realizações importantes, da Semana de Filosofia que Mossoró brilhantemente promoveu por muitos anos, a certa realização que a deixou extremamente emocionada, a qual relataremos mais adiante.
.
    Em meio a uma gigante atuação acadêmica, nossa amiga apresenta três Artigos completos publicados em periódicos; quatro livros publicados/organizados ou edições; um capítulo em outro livro; três Textos em jornais de notícias/revistas; treze Trabalhos completos publicados em anais de congressos; quatro Resumos expandidos publicados em anais de congressos; dezenove Resumos publicados em anais de congressos; um Artigo aceito para publicação; 23 Apresentações de Trabalho e 23 outros tipos de produção bibliográfica. Tem também 21 Trabalhos técnicos registrados; seis outros tipos de produção técnica; uma produção artístico-cultural e um CD ROM Educativo. Participou até agora de dez bancas examinadora de Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização e 32 Trabalhos de Conclusão de Curso de graduação. Esteve presente em 61 eventos como participante e seis na organização. Orientou duas Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização; 21 Trabalho de conclusão de curso de graduação; 24 trabalhos de Iniciação Científica; e duas orientações de outra natureza. 
.
     A mulher que escolhi este ano para homenagear é uma Doutora, Mestra, Especialista, Advogada, Assistente Social, professora universitária. Sua atuação profissional gigantesca está detalhada no Currículo Lattes, que pode ser acessado através do link http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4700752Y8 . 
.
     Há alguns meses jantamos juntos ela, Graça, minha mulher, e eu. Falamos sobre coisas da sua vida. Mossoró e o Rio Grande do Norte tem através de suas mãos fatos importantes, dos movimentos revolucionários ao bloco da “Maria Espaia Brasa”. Mas como sua vida foi feita também de momentos e fatos que a fizeram chorar, reservei para relatar nesta data umas lágrimas que talvez tenham sido as mais emocionadas de sua vida. As lágrimas que ela verteu, no caminho do seu doutorado, ao se sentir subindo solene e honrosamente as escadarias da Universidade de Coimbra, em Portugal. Refiro-me à nossa amiga professora da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte – UERN, Maria Ivonete Soares Coelho.
.
.
Enviadopor Bernadete Cavalcante - Jornalista - Natal, RN, Brazil.
.
.

Nenhum comentário: