24 fevereiro 2011

PRESIDENTE ELEITO DO TST ENTRA COM MANDADO DE SEGURANÇA NO STF PARA TOMAR POSSE.

.
O vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), João Oreste Dalazen, entrou com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a anulação de decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que adiou a posse da nova diretoria do tribunal, marcada para 2 de março. 
.
O relator do caso é o ministro Antonio Dias Toffoli.

Na última quarta-feira (16), o conselheiro Jorge Hélio Chaves concedeu liminar suspendendo a posse por entender que poderia haver ilegalidade no exercício da presidência por Dalazen. 
.
Em dezembro passado, o ministro foi eleito novo presidente do TST após passar dois anos na corregedoria e dois anos na vice-presidência do tribunal.
.
a Lei Orgânica da Magistratura (Loman) determina que não é possível que um magistrado fique na direção de um tribunal por mais de quatro anos.
.
NOTA: esse é mais um episódio que mostra (infelizmente) o quanto nosso velho e bravio Poder Judiciário encontra-se corroído pelo óxido da vaidade. E, como sabemos, toda vaidade custa caro...
.
Fonte: jusbrasil
.
.

Nenhum comentário: