18 agosto 2010

REFORMA ELEITORAL, PRA QUÊ?

.
De tanto ouvirmos falar em reforma eleitoral, parece que algumas 'personalidades' resolveram tomar uma iniciativa e, antes mesmo da posse em 1º de janeiro vindouro, já estão promovendo uma verdaeira 'reforma' no quesito opção.
.
Veja abaixo algumas personalidades que resolveram ingressar na vida pública.
.
.

Ô, abestado!
Sem palavras...

Quem não votaria nesse bom gatoto?

O favorito dos que bebem no dia da eleição.

Até tú baixinho!?

KLB, de novo!?

Quem? o tortinho da praça é nossa... lembra?

Esse vale o voto?

Só leia o 'GRAU DE INSTRUÇÃO' da Mulher Pêra. Só isso.

Para quem não gosta de Pera, é sempre bom uma 2ª opção

A chance da segunda cambalhota! Eta maloqueiro!

Tá parecendo uma foca hein Marcelinho...

Túlio Maravilha, nós gastamos de você!!! Mas, nem tanto.
.
.
Outros candidatos tão bons quanto:
.
Pedro Manso (imitador do Faustão no show do Tom)
.
Rick (Rick e Renner)
.
Kléber Bambam (BBB 1)
.
Jean Willys
.
Gretchen
.
Netinho de Paula (aquele que canta chorando e bate em mulher)
.
É ou não é um 'time' de primeira?
.
O pior é que vai ter 'zé mané' votando na mulher Pêra, por exemplo. Capaz de se eleger e começar a mamar a nossas custas como Frank Aguiar faz há tempos. Mas, será que merece condenação esse pseudo famoso? Política só pode realmente ser algo lucrativo. O tal Frank Aguiar, cantor de forró (lembram do moranguinhodo nordeste?), no ano em que se elegeu declarou patrimônio de 543 mil reais. Agora, no seu pedido de registro declarou patromônio de R$ 3,8 milhões de reais.
(Enviado por Paiva Lopes, Mossoró, RN, Brazil)
.
NOTA: embora a matéria postada acima possa vista como troça, ou até mesmo engraçada, mas, o que é fato é que o tema reforma eleitoral é algo, no mínimo imprescindível para o Brasil. A reforma eleitoral, que necessita ser levada a efeito urgentemente, poderá entre outras coisas, proporcionar condições de elegibilidade a muitos brasileiros detentores de uma veia eminentemente política. Neste aspecto, basta uma análise, mesmo que superficial, para chegarmos à uma conclusão: o nosso jovem está cada vez mais distanciado da política. E a reforma política, dependendo do modo e da abrangência que venha a ter, poderá determinar uma participação popular rica tanto em quantidade quanto em qualidade.
.
.
..

Um comentário:

Flávio disse...

Acredito que não só os jovens, mas toda a população deveria se preocupar mais com quem elas depositam seu voto de confiança. No meio de tantos artistas que estão se candidatando, eu acredito naqueles que tenham SIM uma boa intenção e vontade de representar a população. O Netinho é uma dessas pessoas. O cara sempre fez política em suas músicas, no seu programa de TV, em sua atuação como empresário, com a criação do instituto Casa da Gente, enfim...ele é o que é e não finge ser outra coisa, como uns e outros por ai.