10 agosto 2010

ELEIÇÕES 2010: PRINCIPAIS CANDIDATOS AO GOVERNO DO RN APRESENTAM SUAS PROPOSTAS.

.

Iberê Ferreira - candidato a governador e seu Vice Vagner Araújo.
.
Iberê Ferreira de Souza, Rosalba Ciarlini Rosado e Carlos Eduardo Alves, na condição de principais candidatos ao Governo do RN, apresentaram ontem (9) suas propostas perante a classe empresarial, em evento realizado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN).

Das propostas apresentadas, veja o que disseram acerca de infraestrutura, educação e turismo:

Rosalba Ciarlini

Infraestrutura: "Precisamos de um novo porto. E sim, por que não um em Porto do Mangue, que tem uma falha geológica? O porto vai virar uma via de escoamento. Nós temos que pensar também na fruticultura, no pólo ceramista".

Educação: "Os recursos de saúde, educação e royalties não podem ficar perdidos na conta única. Vamos incentivar e estimular os alunos com a criação de programas como o Aluno Nota 10 e Boa Nota. O setor da educação terá mais recursos e investimentos acima do que prevê a Constituição".

Turismo: "Nós vamos escancarar as portas para o mundo. Nós temos que fazer vários investimentos, elaborar um calendário de eventos, divulgar massivamente o Estado".

Iberê Ferreira

Infraestrutura: "Nunca se investiu tanto em infraestrutura no Rio Grande do Norte como no período 2003-2010. Foram investidos R$ 415 milhões na construção de 613 quilômetros de novas estradas e na recuperação e reconstrução de outros 2.705 quilômetros. Para os próximos quatro anos, a meta é construir 800 quilômetros de novas estradas e fazer a conservação e recuperação de outros 3.200 quilômetros".

Educação: "Vamos reformular a estrutura da Secretaria da Educação, implantar a meritocracia, criar Sistema Estadual de Avaliação da Educação (Ideb Estadual), fortalecer e priorizar o ensino profissionalizante; antecipar as metas do Ideb e alfabetizar 400 mil pessoas até 2014, praticamente erradicando o analfabetismo no Estado".

Turismo: "Nós precisamos fazer um trabalho conjunto com os empresários de divulgação do nosso destino turístico. Nós precisamos qualificar o nosso pessoal e investir mais em estradas que dão acesso. A Copa 2014 é uma forma de potencializar a imagem de Natal e do Rio Grande do Norte em todo o mundo. O mais importante é o legado que a Copa 2014 deixará para Natal na forma de obras de mobilidade urbana".

Carlos Eduardo

Infraestrutura: "O Estado tem que fazer seu dever de casa. Temos que aprender a fazer investimentos porque não seremos parceiros de investidores nem do Governo Federal".

Educação: "Vamos fazer uma revolução na Educação: qualificação do ensino médio e fundamental, construção de uma ampla rede de escolas profissionalizantes em acordo com a vocação de cada território. De forma mais objetiva, vou aparelhar a UERN para criar cursos de formação em nível superior que atendam ao nosso potencial econômico: petróleo, minérios, turismo, fruticultura e energias eólica e solar. A UERN também investirá em pesquisa e extensão para essas áreas".

Turismo: "Nosso turismo não se restringe só a isso. Temos que ver a balneabilidade das praias de Natal, o aeroporto de Parnamirim está defasado. É possível se fazer um esforço para o restabelecimento dessa linha".
(Fonte: o mossoroense)
.
.
.

Nenhum comentário: