14 junho 2010

QUEDA NOS PREÇOS DAS CONTA DE ENERGIA REDUZ INFLAÇÃO NO RECIFE.

.
A inflação registrada no Recife em maio foi a segunda menor dentre as capitais do Brasil, perdendo apenas para Porto Alegre, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
.
Em relação ao mês de abril, o aumento no Índice Geral de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi de apenas 0,07%. Esse resultado deveu-se, em sua maior parte, à queda no preço das contas de energia elétrica. No acumulado do ano, Recife apresentou inflação de 2,48%, a terceira menor no ranking nacional. A média brasileira ficou em 3,09%.

O consumo de energia elétrica ficou mais barato para os pernambucanos a partir do dia 29 de abril, quando começou a vigorar o reajuste negativo de 8,87% para a maior parte dos clientes residenciais da Celpe. Para a baixa renda, aqueles que consomem até 220 quilowatts-hora (kWh) e são inscritos em algum programa social do governo, a redução foi de 14,48%.

O reajuste trouxe uma mudança na metodologia de cálculo da revisão tarifária. O aumento da demanda de consumidores e o lucro da empresa passaram a ser fatores favoráveis às reduções. A falha metodologia antiga foi apontada por uma CPI na Câmara dos Deputados, no ano passado.
(Fonte: Jornal do Commércio - 10.06.2010)
.
.
.

Nenhum comentário: