09 abril 2010

AO PAGAR CONTA COM CARTÃO DE DÉBITO, FIQUE ATENTO.

NO CARTÃO DE DÉBITO, os 'caras' são, no mínimo, muito criativos!
Veja o depoimento abaixo e inteire-se de um novo tipo de golpe.
.
"Há muito tempo não uso cheque e quase não levo dinheiro vivo, só gasto no Electron. De tanto usar, a gente perde um pouco do cuidado e é aí que sofre com a falta de atenção!
No meu caso, me dei conta na hora, mas foi por sorte, pois, normalmente, não daria tanta atenção no momento de colocar a senha do cartão.

Abasteci o carro e, na hora de pagar, o frentista fez a 'gentileza' de me alcançar a maquininha, só que nesse momento os dedos dele taparam o visor. Digitei a senha e ele colocou de volta na bancada, ai veio a minha sorte: por engano, digitei um número a menos e o cara sem querer falou: 'tá faltando um número'. Como eu estava ao lado, olhei rapidamente para o visor e minha senha estava ali digitada, ao invés dos tradicionais asteriscos!!!
.
Como já conheço o gerente do posto (Ipiranga) chamei-o na hora e perdi mais umas duas horas na delegacia. Lá veio o esclarecimento do novo golpe: o atendente faz uma 'gentileza' e segura a máquina pra digitarmos a senha, neste momento, tapando o visor com a ponta dos dedos, na verdade ele não colocou o valor da compra, e os dígitos da senha aparecem no visor ficando expostos como se fossem o valor da compra. Ele anota a senha e diz que não funcionou por qualquer motivo. Faz novamente o procedimento só que correto e a gente paga a despesa.
.
PRONTO: o cara tem a senha anotada e o número do cartão que fica registrado na bobina. Segundo a delegada, em dois dias um cartão clonado com qualquer nome está na mão da quadrilha e os débitos caem direto na sua conta!!!
.
O frentista confessou que 'nem conhece quem são as pessoas por trás disso' um motoqueiro passou no posto, ofereceu R$ 400,00 por semana e passava lá pra pegar a lista de cartões e senhas e para deixar o dinheiro para ele.
.
É preciso ficar atento! Segundo a delegada, está acontecendo muito em barzinhos, botecos, danceterias, lojas de conveniência, posto de gasolina, etc."
(Enviado por Laércio Vale, Mossoró, RN)
.
.
..

Nenhum comentário: