29 março 2010

JORNALISTA ARMANDO NOGUEIRA MORRE AOS 83 ANOS.

.
.
O jornalista Armando Nogueira (foto), 83 anos, morreu na manhã desta segunda-feira após três anos sofrendo com um câncer. Comentarista esportivo, Armando foi colunista do Diário LANCE! e cobriu, presencialmente, todas as Copas do Mundo desde 1958.
.
Confira alguns fatos da vida e da carreira de Armando Nogueira:
.
1927: Armando Nogueira nasceu no dia 14 de janeiro, em Xapuri, no Acre, filho de Rodovaldo e Maria Soares.

1944: Chegou ao Rio de Janeiro, onde logo começou a trabalhar. Antes de concluir o curso de Direito, foi ensacador de pacotes e revisor do Diário Oficial do Governo do Acre. No entanto, desde já sonhava em ser jornalista.

1950: Começou a carreira de jornalista no “Diário Carioca”, onde foi trabalhou como repórter, redator e colunista.

1954:Foi testemunha ocular do atentado ao também jornalista e político Carlos Lacerda. No dia seguinte, Armando fez história no jornalismo brasileiro ao assinar um artigo escrito em primeira pessoa com seu relato do fato – algo nunca feito antes.

No mesmo ano, cobriu sua primeira Copa do Mundo, na Suíça. Lá, flagrou uma briga entre o técnico da Seleção, Zezé Moreira, e o ministro de Esportes da Hungria. Deste então, participou da cobertura dos 13 Mundiais seguintes.

1957: Após passagem pela resita "Manchete", trabalhou como repórter-fotográfico da revista "O Cruzeiro". Lá ficou por dois anos, transferindo-se depois para o Jornal do Brasil, onde foi redator e colunista.

1966: Foi para a Rede Globo, tendo papel fundamental no desenvolvimento do telejornalismo da emissora e do Brasil.

1980: Participou pela primeira vez da cobertura de uma Olimpíada, em Moscou. Voltou aos Jogos outra seis vezes. Sua única ausência deste então aconteceu neste ano, em Pequim, por problemas de saúde.

1990: Deixou a Rede Globo após 26 anos. Após a saída da emissora, passou a se dedicar exclusivamente ao esporte.

2008: Recebeu a medalha de Honra da Ordem ao Mérito de Comunicações das mãos do ministro Hélio Costa. Armando foi homenageado pelos 60 anos de serviços prestados ao jornalismo brasileiro.

Bibliografia:

Ao longo da carreira, Armando Nogueira escreveu dez livros, todos eles sobre esporte. Confira a bibliografia do jornalista:
.
1) Drama e Glória dos Bicampeões
2) Na Grande Área
3) Bola na Rede
4) O Homem e a Bola
5) Bola de Cristal
6) O Voo das Gazelas
7) A Copa que Ninguém Viu e a que Não Queremos Lembrar
8) O Canto dos Meus Amores
9) A Chama que não se Apaga
10) A Ginga e o Jogo
.
(Com informações do blog lancenet)
.
.
.

Nenhum comentário: