12 fevereiro 2010

- MINISTRO MARCO AURÉLIO MANTÉM ARRUDA PREVENTIVAMENTE PRESO.

.
A rede globo, como de praxe, noticiou, em primeira mão (no final da manhã de hoje), a decisão monocrática da lavra do ministro Marco Aurélio, do STF (Supremo Tribunal Federal), que negou o pedido de ordem de habeas corpus impetrado pelo advogado Nélio Machado em favor do governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido – ex-DEM), preso em razão da decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que decretou o seu afastamento e a sua prisão preventiva e de mais cinco ‘colegas’ seus.
.
A decisão do Ministro Marco Aurélio tem caráter liminar e mantém a decisão proferida pelo Plenário do STJ; já o mérito, obrigatoriamente, será objeto de apreciação perante o Plenário do STF.
.
Neste caso, tudo indica que Arruda e seus ‘amigos’ deverão permanecer encarcerados, no mínimo, até a quinta-feira, quando aquela Corte Suprema retomará os trabalhos.
.
.
.

Nenhum comentário: