22 fevereiro 2010

- DELFIN NETO PODERÁ ASSUMIR A PRESIDÊNCIA DO BANCO CENTRAL.

.
Alguns analistas políticos do eixo Rio/São Paulo têm destacado que está para acontecer uma espécie de ‘exumação’ do ex-ministro da fazenda Antônio Delfim Netto. É que ele poderá assumir a presidência do Banco Central do Brasil, a partir de 1º de abril, em substituição a Henrique Meireles, que está num dilema dos diabos: concorrer a uma vaga para o Senado por Goiás (o que ele realmente deseja); ou, como quer o presidente Lula, ser o vice de Dilma.
.
Resumindo: se Delfim for mesmo indicado para comandar o Banco Central, estará evitando, assim, a concretização do sonho de Antônio Palocci que, pasmem, sonha com o posto. Neste caso, Palocci terá de se contentar com a coordenação financeira da campanha de Dilma Rousseff.
.
NOTA: depois de Lulla dizer, no último final de semana, que o maior objetivo do ‘seu governo’ é eleger Dima Rousseff, essa possibilidade de Delfin Neto assumir o Banco Central é, no mínimo, ‘fixinha.’ Isso sem contar com José Sarney, Fernando Collor, Jader Barbalho, Renan Calheiros...
.
.
.

Nenhum comentário: