17 setembro 2009

- LEI ELEITORAL: RUIM NO SENADO, PIOR NA CÂMARA.

.
A 'munganga' perpetrada pelo Senado quando aprovou a sua 'reforma' da lei eleitoral, notadamente quanto à ambiguidade relativa ao uso da internet nas elelições, foi 'corrigida' na votação (vapt-vupt) realizada na Câmara na noite de ontem. A matéria chegou no finalda tarde e foi 'discutida' e aprovada horas depois, o que representa, salvo melhor juízo, um exemplo de competência e abnegação. A equiparação da internet ao rpádio e a TV foi mantida no que se refere à realização de debates eleitorais. Trocou seis por meia dúzia.
.
Embora a restrição esteja determinada no texto aprovado na Câmara, creio que o Supremo Tribunal Federal, na condição de guardião da nossa Constituição, dará a última palavra no sentido de liberar totalmente o uso da internet nas eleições do ano que vem.
.
.
.
.

Nenhum comentário: