10 dezembro 2008

- CORPORATIVISMO: PAULINHO DA FORÇA SINDICAL É ABSOLVIDO NO CONSELHO DE ÉTICA.

.
.
O Conselho de Ética da Câmara dos Vereadores aprovou o parecer do deputado José Carlos Araújo (PR-BA), que mantém o deputado Paulo Pereira (PDT-SP), o Paulinho da Força Sindical, no cargo, por sete votos a três.
Paulinho responde a processo por causa da suspeita de envolvimento com um esquema de desvio de verbas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) descoberto pela Polícia Federal durante a Operação Santa Teresa.
No dia 3 de dezembro, apesar de o relator do caso ter recomendado sua cassação alegando que Paulinho se beneficiava com o esquema por meio de Organizações Não-Governamentais (ONGs), a maioria do conselho votou a favor da absolvição do deputado.
Como o caso precisa ser arquivado no Conselho de Ética ou então ser enviado a Plenário, de acordo com o regimento interno da Casa, o conselho escolheu Araújo como novo relator para o processo.
Segundo o relatório, o Conselho não obteve provas sobre o envolvimento do deputado no esquema. "Em nenhuma das conversas gravadas no inquérito há intervenções do representado em favor do suposto esquema", disse Araújo.
Ainda de acordo com o relator, o repasse de $ 1,199 milhão do BNDES à ONG Meu Guri Centro de Atendimento Biopsicossocial, presidida por Elza de Fátima Costa Pereira, mulher do acusado, não configura quebra de decoro porque aconteceu antes do início do mandato.
(Fonte: Terra)
.
..

Nenhum comentário: