13 novembro 2008

- TRT/RN ESCOLHE LISTA TRÍPLICE PARA VAGA DE DESEMBARGADOR.

.
.
.
“Um momento histórico para o tribunal”. A frase foi dita pelo presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Norte, desembargador José Barbosa, ao abrir a sessão administrativa que escolheu a lista tríplice dos advogados candidatos à vaga de Desembargador Federal do Trabalho correspondente ao Quinto Constitucional da OAB/RN.
A sessão, aberta ao público, foi muito concorrida e teve início às 11h. Antes de começar a votação, o presidente do TRT parabenizou os seis candidatos que concorreram à lista tríplice, dizendo que só o fato deles terem sidos escolhidos pela OAB/RN já demonstra um reconhecimento público da capacidade profissional de cada um. Ele esclareceu ainda que essa votação acontecia pela primeira vez no Tribunal e por isso ganhava um “contorno histórico”. Em seguida, a palavra foi passada para Ilena Neiva, procuradora–chefe do Ministério Público do Trabalho no RN, que parabenizou o Tribunal pela transparência com que conduzia essa votação. “É uma satisfação muito grande para mim, participar desse processo”.
O voto de cada desembargador foi aberto, nominal e fundamentado, de acordo com a recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Seis nomes concorriam à lista tríplice, encaminhados pela OAB/RN: Eduardo Serrano da Rocha, José Rego Júnior, José Rossiter Araújo Braulino, Antônio Lopes Muniz, José Alexandre Pereira Pinto e Eider Furtado de Mendonça e Menezes Filho.
Antes de pronunciar o voto, cada desembargador fez a sua justificativa. O primeiro desembargador a votar foi o presidente José Barbosa, seguido do vice-presidente, Ronaldo Medeiros, e depois os desembargadores Maria do Perpétuo Socorro Wanderley de Castro, Carlos Newton, Maria de Lourdes Alves Leite e Eridson Fernandes Medeiros.
A votação para escolher o candidato que ficaria em primeiro lugar foi empatada entre os advogados José Rego Júnior e Eduardo Serrano da Rocha, cada um com três votos. O critério utilizado para o desempate foi o da idade, a favor do mais velho. Nesse caso, venceu José Rego Júnior, que nasceu no dia 15/11/1957, enquanto Eduardo Rocha nasceu no dia 02/08/1961. Um novo empate foi registrado, desta vez para definir o segundo lugar. Também com três votos, foram escolhidos Eider Furtado de Mendonça e Edurado Rocha, que foi preterido por ser mais novo do que Eider, que nasceu no dia 08/03/1961. Não houve empate para a escolha do advogado que iria ocupar o terceiro lugar. Com quatro votos, o Pleno do TRT escolheu o nome de Antônio Lopes Muniz.
Definida a lista tríplice, o Tribunal agora vai encaminhá-la ao TST, que por sua vez irá enviar para a presidência da República. Caberá ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva escolher o futuro desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região.
(Fonte: TRT/RN)
.
.
.

Nenhum comentário: