22 julho 2008

- SBEC SUGERE CORREÇÕES EM MATÉRIA DA REVISTA GLOBO RURAL.

- escultura de Lampião e Maria Bonita em barro -

.
Do "cangaceiro" Kydelmir Dantas, recebo a informação que na edição 273 (julho 2008) da revista Globo Rural, uma matéria sob o título "Lembranças de Lampião", que destaca a passagem dos 70 anos da morte de Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, traz no seu bojo alguns equívocos que, felizmente, não passaram sob o crivo da SBEC - Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço, entidade da qual é sócio, cuja sede está fincada em solo mossoroense. Nesse sentido, a instituição que tem sócios em vários estados, destacando como normal possibilidade de cometimento de erros e interpretações equivocadas, principalmente às ligadas à História do Nordeste Brasileiro, como é o caso do cangaço, direcionou correspondência eletrônica aos Editores da Revista Globo Rural, mostrando as informações carentes de correções e/ou retificações, a saber:

.
1 - Na citação "Eles foram perseguidos sem trégua por 16 anos (1922-1938)..."

Correção: Desde 1918 que Lampião, Levino e Antonio estavam no cangaço, incorporados ao bando de Sinhô Pereira, bando este que Lampião assumiu no ano de 1920. Portanto, foram 20 anos no cangaço.

2 - "Portanto, o lema de fazer justiça... transformou Virgolino... em Lampião, o cangaceiro que começou o ofício vingando a morte do pai ao lado de dois irmãos."

Correção: Virgulino entrou no cangaço por problemas pessoais com seu vizinho Zé Saturnino, em 1918 e não pra vingar a morte do pai - José Ferreira, que morreu em 1921, sob as balas da volante do tenente Zé Lucena. Portanto, NUNCA vingou a morte do pai, pois tanto Zé Saturnino quanto Zé Lucena morreram muitos anos depois de Virgolino.

3 - "As roupas do bando eram costuradas por Maria Bonita e outras mulheres..."

Correção: Dadá é que foi considerada a 'estilista do cangaço'. Ela que costurava as roupas do seu marido Corisco e passou a enfeitar os bornais, cartucheiras e chapéus dos demais amigos do cangaço. A partir daí é que as outras mulheres passaram a seguir seu exemplo.

4 - "Foi a extrema preocupação com a imagem, inclusive, que o levou a contratar o mascate..."

Correção: Benjamin Abrahão não foi contratado para documentar as atividades do bando. Desde 1934 ele tinha conseguido uma carta, tipo salvo-conduto, do Padre Cícero para ir ao encontro do bando de Lampião e filmá-lo, o que fez em 1936. Com a ajuda do Albuquerque da ABA Filmes de Fortaleza, levou máquina filmadora e de fotografias, fazendo o maior acervo iconográfico do cangaço que ora existe.

5 - A foto : "MARIA BONITA, ainda em trajes civis, ao lado de Virgulino, já cangaceiro afamado e temido."

Correção: Nesta foto o cangaceiro que se apresenta é o JURITI, que se vestia à moda cangaceira e usava óculos pela admiração que tinha ao seu chefe maior.

.
NOTA: A SBEC-Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço, representa atualmente uma das instituições com maior credibilidade para discutir o tema "Cangaço", notadamente pela desenvoltura de seus membros, a exemplo de Kyldemir Dantas, sempre antenado com os acontecimentos vinculados a tão importante fenômeno sociológico, ocorrido no nordeste brasileiro com maior ênfase entre meados da segunda metade do século XIX e a década de 30.

.

.
- G E R A I S -
.
THAISA GALVÃO - A exemplo do jornalista Carlos Santos, que através de seu bem articulado blog vem dando um show de cobertura no que tange às campanhas eleitorais do RN, estou indicando, também, o blog da jornalista Thaysa Galvão (veja relação dos blogs e sites recomendados). Na realidade, trata-se de uma das mais conceituadas jornalistas com atuação na região da grande Natal. Creio que exatamente por isso é que o seu site é atualmente um dos mais acessados em todo o estado. Confira o conteúdo clicando aqui.
.
DO BUMBA 7 - E não é que o camaradinha Caby da Costa Lima demonstra ousadia e volta a lançar um trabalho seu na capital. Trata-se do livro Do Bumba 7. Pois é, inclusive já está fazendo uma grande divulgação para o evento que acontecerá no dia 31 de julho vindouro, no Lula Restaurante, a partir das 20h00.
.
CAPISTRANO - Que o professor Antonio de Farias Capistrano (PC do B) não é mais o candidato a vice na chapa encabeçada pelo vereador Renato Fernandes (PR), que almeja chegar à chefia do Poder Executivo mossoroense, não se constitui mais em algo novo. No entanto, em tempo de eleições, em que pese a grande diferença existente entre o que é novo e o que é velho, neste caso o que faz-se necessário ser obsevado é que a saída do velho "capistra" da disputa, enfraquece um pouco a pretensão de Renato. É que, tratando-se de político "passado na casca do alho", portanto com larga experiência na chamada "convivência entre contrários", seria de grande importância nas inevitáveis conversações durante a campanha.
.
DESISTÊNCIA - Num lapso temporal de pouco mais de setenta (70) dias, que nos separa das eleições deste ano, teremos muitas surpresas. Na disputa proporcional, por exemplo, eu diria que de forma até inevitável, vamos presenciar várias desistências. Algumas, dada a sua importância ou densidade eleitoral, serão destaques; já outras sequer serão notadas.
.
VISUAL - Agora, na época da eleição, mudar o visual de um candidato que durante toda a sua vida sempre se apresentou impecavelmente bem vestido, pode ser um tiro no pé, ou, como diriam os desportistas mais apaixonados, um verdadeiro gol contra. Já perceberam?
.
LEI SECA - Dia desses, quando eu inadvertidamente defendia a chamada "lei seca", um ex-petista "purpúreo" que encontrava-se no local, fez a seguinte afirmativa: "Lula só assinou a lei seca porque tem motorista."
.
ENQUETE - Sobre a enquete que está a disposição dos internautas aqui nesse pretenso blog, não custa absolutamente nada lembrar (mais uma vez) aos senhores representantes das coligações, para que não se arvorem no direito de ajuizar ação sem fundamento. Não se trata de pesquisa eleitoral, descrita no art. 33 da Lei nº 9.504/97, mas de mero levantamento de opiniões, sem controle de amostra nem utilização de método científico para sua realização, uma vez que depende única e exclusivamente da participação espontânea dos internautas interessados.
.
LEDORES - Obrigado ao engenheiro Ossivaldo Júnior, titular da Secretaria dos Serviços Públicos do Município de Mossoró; aos advogados/professores Aldo Fernandes e Marcos Araújo, por serem assíduos "ledores" desse pretenso blog.
.
.

Comente esta postagem.
Obrigado pela visita.
.

Nenhum comentário: