29 julho 2008

- NOVO AUMENTO ONERA GASTOS COM TRANSPORTE COLETIVO URBANO.

.
Por enquanto a notícia restringe-se apenas a Natal, RN. No entanto, como as políticas direcionadas ao transporte coletivos da capital, principalmente de reajustes de preços, sempre terminam por desaguar na nossa bravia Mossoró, creio que, neste caso, como de praxe, será apenas uma questão de tempo, para igualmente sentirmos a incidência de referido aumento no preço das passagens aqui praticado. O reajuste de 5,71%, incidente sobre a passagem do transporte coletivo urbano de Natal, entra em vigor a partir da próxima quinta-feira, passando dos atuais R$ 1,75 para R$ 1,85, representa um aumento que, inegavelmente, mexe com o bolso de milhares de usuários. Como forma de melhor entendimento da questão, destaque-se que o valor dessa nova tarifa é o resultado da divisão entre o custo por quilômetro e o índice de passageiro por quilômetro rodado dos ônibus, conta em que entram, também, as variações do Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) e do índice de preço de óleo diesel. Enquanto em Natal, mesmo que a vara e a remo, as empresas que executam os serviços do transporte coletivo conseguem arrancar do poder público a execução de algumas políticas voltadas para o setor, em Mossoró, por seu turno, embora o governo municipal venha sempre implantando novas normas regulamentadoras para a questão, ainda assim, percebe-se que não acontece o mesmo, já que um dos pontos que vêm prejudicando cada vez mais esse setor na nossa cidade, que precisa ser urgentemente atacado, é justamente a concorrência desleal advinda de um crescente número de veículos que atuam na clandestinidade, como é o caso do taxi-lotação e do moto-taxi. Desta forma, vê-se que somente com a efetiva municipalização do trânsito na nossa cidade, além da adoção de políticas racionais voltadas para o transporte de massa, é que poderemos ver uma melhoria no que concerne à qualidade de vida da sociedade. Isto é fato. Por quê? Simples: ou se dá prioridade ao transporte coletivo ou, dentro de mais quatro ou cinco anos, o colapso do trânsito na nossa cidade será algo inevitável, não obstante uma espécie de engessamento do fluxo, decorrente, entre outras causas, do excesso de veículos que trafegam pelas principais vias da cidade, predominantemente na região central..
.
.
- G E R A I S -
.
PARVOÍCE - A mini-reforma administrativa que a governadora Wilma de Faria foi obrigada a recentemente realizar, do ponto de vista político ou técnico, não trouxe qualquer novidade que, ao fim e ao cabo, não vai além de uma ação de efeito subliminar. É que, assim como um empresário que, em tempo de recessão, subutiliza as instalações produtivas, a governadora, sponte sua, insiste em continuar ignorando a capacidade de alguns quadros do PSB-Partido Socialista Brasileiro, agremiação por ela dirigida no nosso estado. Um exemplo dessa subutilização, que eu, particularmente entendo como pura parvoíce, é a designação de um advogado e administrador do quilate de Paulo Afonso Linhares, para o exercício de uma função de pouca expressão no âmbito da administração. Na realidade, resguardadas as devidas proporções, é como a governadora utilizar uma carreta com capacidade para cinqüenta toneladas para transportar uma bicicleta.
.
HOMBRIDADE - Ainda sobre Paulo Afonso Linhares, política e partidariamente falando, sou testemunha de um exemplo de hombridade, lealdade e desprendimento por ele levado a efeito, no âmbito da política tupiniquim, fato que, por si só, mostra quão imprescindível é a sua participação nas atividades e objetivos partidários, principalmente no transcurso de um processo eleitoral como o que estamos vivendo. Seguinte: quando o grupamento comandado pelo casal Laíre/Sandra Rosado (com malas, cuias, bagagens, etc) desembarcou no PSB-Partido Socialista Brasileiro, o primeiro gesto de Paulo Linhares, então presidente da agremiação, foi deixar que o grupo que chegava, inclusive com o aval da governadora Wilma de Faria, ficasse totalmente a vontade para ocupar tanto a presidência quanto os demais cargos do partido. Posteriormente, quando da realização da Convenção, o referido grupo e demais filiados socialistas, reconheceram a necessidade de Paulo Linhares continuar à frente do Partido.
.
DIA DA CAÇA - Que no último final de semana a governadora Wilma de Faria (PSB) esteve em Mossoró e, fazendo o que mais gosta, participou das atividade políticas da coligação que abriga a candidatura da deputada Larissa Rosados (PSB), cuja pretensão é eleger-se prefeita, isso todo mundo já sabe. Agora, o que pouca gente ficou sabendo, foi que no sábado a tarde, a governadora Wilma de Faria saiu da cidade muito chateada. É que ao chegar no Hotel Vila Oeste, por volta das 14h00, para um encontro com agricultores da região de Mossoró, fora informada que o pessoal somente chegaria por volta das 15h00. Preferiu ir para o encerramento da festa de Santana, em Currais Novos.
.
CARAÚBAS - Declarações de alguns caraubenses noticiam-me que Eugênio Alves (PR), prefeito de Caraúbas que disputa um segundo mandato, está com um "sorriso de orelha a orelha". E não seria para menos. Segundo me relataram, desde o último final de semana, após a divulgação do resultado de uma pesquisa realizada naquele município, mostrando uma aprovação de 79,5% de seu governo e colocando-o em franca vantagem sobre o seu adversário mais próximo, comerciante Ademar Ferreira (PSB), comandou uma passeata/comício, que contou com a participação do senador José Agripino e dos deputados federais Betinho Rosado e João Maia.
.
CARAÚBAS II - A pesquisa sobre a intenção de voto para prefeito no município de Caraúbas, realizada pelo Instituto Perfil e publicada no Jornal Gazeta do Oeste, apresentou os seguintes números:
.
Na pesquisa estimulada:
Eugênio Alves (PR) – 46,25%
Ademar Ferreira (PSB) – 28,75%
.
Na pesquisa espontânea:
Eugênio – 42,25%
Ademar – 25%
.
.
Comente esta postagem.
Obrigado pela visita.
.

Nenhum comentário: