29 outubro 2007

- O POVO! O POVO É SÓ UM DETALHE.


Governadores apóiam manutenção da CPMF.
Os sinais de que o governo teria dificuldades para aprovar a prorrogação da cobrança da CPMF ainda este ano vão aos poucos se dissipando para dar lugar a um cenário em que o imposto do cheque deve ter sua vida prolongada em mais quatro anos dentro de pouco tempo. Além do abrandamento da resistência de senadores da oposição visto na semana passada, a maioria dos governadores brasileiros é a favor da manutenção da taxa. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo desta segunda-feira, que realizou uma sondagem junto aos chefes dos estados, e registrou o apoio formal à CPMF de pelo menos 15 deles.
Na soma geral, porém, já são pelo menos 20 os estados a apoiar a taxa. Os tucanos José Serra, de São Paulo, e Aécio Neves, de Minas Gerais, por exemplo, não responderam à enquete do diário paulista, provavelmente para manter as aparências do que restou da posição inicial do PSDB. Não escondem, entretanto, que caso venham a concorrer à Presidência da República em 2010, gostariam de contar com a receita do imposto. Outros três estados que não responderam já haviam manifestado apoio publicamente – Paraná, Rio de Janeiro e Sergipe.
Com a força que têm dentro de seus respectivos partidos, estes 20 governadores trabalham nos bastidores para convencer seus colegas senadores a negociar com o governo – sempre pensando na aprovação. O Senado, onde a proposta que prorroga a CPMF está agora, é uma Casa onde a base governista não tem maioria, e a aprovação não deveria sair tão fácil quanto foi na Câmara.
Contudo, diz o jornal, todos os governadores que participaram do levantamento disseram acreditar que o governo conseguirá aprovar a prorrogação da contribuição. Isso deve mesmo acontecer, uma vez que se até governadores da oposição têm manifestado apoio à CPMF, não vai demorar para que os senadores sigam o mesmo caminho.

(Fonte: Veja)

Nenhum comentário: