24 outubro 2007

- GOVERNADORA DO RN APRESENTA PROPOSTAS DE EMENDAS AO OGU 2008.


A governadora Wilma de Faria vai apresentar à bancada federal 16 sugestões de emendas ao Orçamento Geral da União para o ano que vem. A reunião ocorrerá em Brasília, a partir das 18h (horário local) e contará com a presença dos deputados federais e senadores. O objetivo do encontro é definir as emendas parlamentares que a bancada potiguar tem direito no OGU 2008. Ao todo, as propostas de emendas apresentadas pela governadora somam R$ 853 milhões e incluem obras nas áreas social, de transportes, recursos hídricos, turismo e segurança pública.
Entre as emendas que serão apresentadas pela governadora estão vários projetos de melhoria e ampliação da malha viária do Estado como, por exemplo, a Via Metropolitana, que vai garantir os acessos ao aeroporto de São Gonçalo do Amarante e melhorar o tráfego na região da Grande Natal, a estrada do Cajueiro, ligando a região de Mossoró ao Ceará, a pavimentação da BR-110 ligando Mossoró a Campo Grande, a conclusão da BR 226, ligando o Médio Oeste ao Ceará e uma nova estrada ligando o município de Goianinha à praia de Pipa.
Além dessas emendas para melhoria da malha viária, Wilma de Faria vai apresentar emendas vários projetos turísticos, como a criação do Complexo do Rio Doce, que corta a Zona Norte de Natal, do Parque da Cidade de Mossoró, do complexo turístico da Barragem de Santa Cruz e a urbanização da Via Costeira, em Natal.
“Todas as emendas que estamos apresentando foram amplamente discutidas com a população durante seminários e o programa Governo das Cidades. Não há nenhum projeto de governo. Estamos apresentando projetos de Estado, que ajudarão a desenvolver a infra-estrutura do Rio Grande do Norte, fortalecendo a nossa economia”, declarou a Governadora.
Entre as emendas do Governo do Estado também estão incluídas a modernização do sistema de trens urbanos da Grande Natal, a conclusão do Terminal Pesqueiro de Natal, a implantação de perímetros irrigados a partir da barragem de Santa Cruz, a construção de cadeias públicas, a construção do sistema adutor Parelhas/Carnaúba dos Dantas e a realização de programas de qualificação profissional.

Nenhum comentário: