03 setembro 2007

- RENAN CALHEIROS: UM ESCROQUE NA BERLINDA.


Nem a renúncia de Renan poderia devolver a credibilidade da classe política brasileira. Centro de um episódio que vem se arrastando à duras penas, o Senador Renan Calheiros, um verdadeiro cara-de-pau, insiste em continuar como titular do terceiro posto da linha de sucessão do Brasil. Uma vergonha! Por muito menos, embora não menos abjeto, a imprensa, a opinião púbica e os parlamentares (não necessariamente nessa ordem), promoveram a defenestração do deputado Severino Cavalcante da Presidência da Câmara. O caso Renam, pelo andar da carruagem, caminha para uma grande comemoração ao melhor estilo italiano, com direito a pizza e algo mais. É que, além do apoio da base de sustentação do governo, o escroque Renan Calheiros deve contar com votos de senadores da oposição para arquivar o pedido de cassação contra ele, no plenário da Casa, onde a votação é secreta. Por mais incrível que possa parecer, no DEM, ele deve ter o apoio de nove dos dezessete integrantes da bancada e, no PSDB, de pelo menos três dos treze. Para ser aprovado, o pedido de cassação necessita do respaldo de no mínimo 41 dos 81 senadores, ou seja, maioria absoluta. Renan, na maior cara-de-pau, tem dito a aliados que “terá mais de 50 votos a seu favor.” Entretanto, é bom lembrar que toda essa confiança advém, talvez, do fato de em fevereiro Renan, sabe-se lá a que preço, ter contado com a oposição para derrotar o líder do DEM, José Agripino (RN), por 51 a 28, na eleição para a presidência do Senado. Renan, por mas imbecil que possa parecer, tem dito abertamente que terá o apoio dos seguintes senadores do DEM na votação em plenário: Adelmir Santana (DF), Antonio Carlos Júnior (BA), Edison Lobão (MA), Efraim Morais (PB), Heráclito Fortes (PI), Jayme Campos (MT), Jonas Pinheiros (MT), Maria do Carmo Alves (SE) e Romeu Tuma (SP). Já no PSDB, além do Senador Tenório (aquele senador grandalhão e cabeludo que votou a seu favor no Conselho de Ética), ele tem como certo ainda o apoio dos senadores Papaléo Paes (AP) e Flexa Ribeiro (PA). Já o PT, com exceção dos senadores Eduardo Suplicy (SP), Augusto Botelho (RR) e Flávio Arns (PR), deverá apoiar o escroque Renan Calheiros.
.
.
- G E R A I S -
.
AZEDUME – Com a votação do primeiro dos cinco (5) processo contra Renan Calheiros (PMDB-AL), o clima entre PMDB e PT, principais partidos da base aliada, já apresenta os primeiros sinais de azedume, tudo por causa da posição dos senadores petistas Eduardo Suplicy (SP) e Augusto Botelho (RR) no bloco dos que devem votar contra Renan no Conselho de Ética depois de amanhã. Os peemedebistas, com raivinha, certamente, vão “dar o troco” sob a forma de votos contra o governo no Senado.
.
AMÉRICA – Um abcdista doente apregoava: todos os jogos do América, foram transferidos para o domingo! É que, segundo ele, além de mais cômodo, o time fica mais perto da segunda...
.
IMÓVEIS – O preço dos imóveis em Mossoró, precisam ser revistos. À tal conclusão é facílimo de se chegar: basta comparar com os preços praticados em Natal.
.
BABACA – O governo pastora o nosso dinheiro (poupança) pagando juros de 0,6% (zero ponto seis por cento) ao mês e vende-o a juros de 8,5% (oito e meio por cento), em média. Alguém está com cara de babaca nessa história...
.
REELEIÇÃO – Não obstante a “administração convencional” que, embora a contra-gosto, vem realizando, a fácil e folgada vitória de Fafá Rosado em 2004, é certo, a credencia para concorrer a mais um mandato. Esta é uma realidade/comodidade que todo e qualquer partido gostaria de ter. Mas, como Mossoró sempre faz história, os “aliados” começaram a fritar a prefeita Fafá, na realidade, desde a sua posse em janeiro de 2005, quando adotaram a postura, utilizada até hoje, que não permite qualquer aproximação com a chefe do Executivo mossoroense.
.
GABINETE – Tenho ouvido muita gente descer o porrete de jucá na região lombar do Gustavo Rosado, irmão da prefeita Fafá e Chefe de Gabinete, taxando-o de “metido a importante”, “centralizador” e “inacessível”. "Peraí"! Assim, parece estar explicado a "impossibilidade" de acesso à prefeita. Ora, se é difícil o acesso ao chefe de gabinete, é lógico que um contato direto com a nossa prefeita é algo, na pior das hipóteses, impossível.
.
.
Cique em comentários e deixe o seu.

2 comentários:

Anônimo disse...

Esse tal de Gustavo é um grande idiota. Pensa que vai ficar eternamente com o traseiro naquela cadeirinha confortável...

Herbert Mota disse...

Meu caro anônimo: se ele (Gustavo) vai demorar na função que ocupa atualmente, eu realmente não sei. Mas, que existe uma insatisfação generalizada do público que vai ao Palácio da Resistênca, principalmente na tentativa de ver a Prefeita, isso é inegável.