31 julho 2007

- GOVERNADOR DA PARAÍBA TEM MANDATO CASSADO


O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Paraíba cassou nesta segunda-feira (30) o mandato do governador Cássio Cunha Lima, do PSDB.
Por cinco votos a um e após quase oito horas de julgamento, os juízes do TRE determinaram a cassação do mandato do governador da Paraíba. Ele ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Cássio Cunha Lima, reeleito com mais de um milhão de votos, é acusado pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB) e pelo Ministério Público Eleitoral de abuso de poder econômico. A decisão do TRE é que o segundo colocado, senador José Maranhão, do PMDB, assuma o governo após a publicação do acórdão com a decisão desta segunda-feira.
Numa espécie de outro lado da moeda, a assessoria do governador cassado informou que ele estava reunido com advogados na Granja Santana (residência oficial), na capital João Pessoa, e que só deverá se pronunciar sobre o assunto hoje, terça-feira.
Segundo o PCB, Cássio teria distribuído cerca de 35 mil cheques da FAC (Fundação de Ação Comunitária) na campanha de 2006, quando concorria à reeleição ao governo do Estado. Por sua vez, a defesa alegou que os cheques foram distribuídos de forma legal, e que os recursos são do Fundo de Combate à Pobreza do governo do estado.
O corregedor eleitoral, Carlos Alberto Lisboa, disse que não houve critérios na concessão dos benefícios e que faltou amparo legal na distribuição dos cheques.
Se a decisão for mantida, o governador ficará inelegível até 2009, e ainda terá que pagar uma multa de R$ 100 mil à Justiça Eleitoral. (Fonte: o Globo)

- G E R A I S -

PAULO GOMES - Amanhã, 1º de agosto, às 19:30 horas, na igreja de São Manoel (Padre Dehon) em Mossoró, será celebrada a missa de 30 dias de morte do nosso inesquecível Paulo Gomes... um amigo inveterado.

CÍCERA CABEÇA - A vereadora Cícera Nogeira (PSB e Vilmista de carteirinha )tem realmente cabeça. Depois do disse-me-disse acerca da divisão de seus subsídios com o vereador licenciado Renato Fernandes, episódio que, ressalte-se, ela teve uma postura exemplar, parece que vai mesmo deixar o Legislativo. É que, com a saída de Renato, inclusive atrasada, do cargo comissionado de nível federal por ele ocupado, o direito deste retornar às hostes do Poder Legislativo é álgo, no mínimo, incontestável. É, dona Cícera, ao que tudo indica, a senhora vai ter mesmo que "brigar" por uma cadeira nas próximas eleições.

RENAN CALHEIRO - O multi-facetado, Renan Calheiro: maior criador/vendedor de gado do Brasil, advogado, senador, pai de famílias, etc., ganhou uma espécie de "plus" na sua permanência na presidência do Senado. É que o lamentável acidente com o avião da TAM, somado à realização dos jogos panamericanos (não menos lamentáveis), tomaram conta de quase todos os veículos de comunicação do país. Agora, com o retorno dos trabalhos do Senado, amanhã, dia 1º de agosto, a situação do Renan tende a se agravar cada vez mais. De bom alvitre embrar que, por muito menos, cassaram o mandato do inesquecível (por patético) Severino Cavalcante.

CÂMARA DE MOSSORÓ - É bom não esquecer que o episódio envolvendo um magote de vereadores da Câmara Municipal de Natal, terá ressonância aqui em Mossoró. Aliás, o Ministério Público daqui, vem desenvolvendo trabalhos naqueles moldes. Com uma pequena diferença: lá em Natal, uma Procuradora do município, corajosamente, formalizou a denúncia; aqui, o Órgão Ministerial vem fazendo o seu trabalho praticamente sozinho. Reside exatamente ai a demora no desfecho.

JÚNIOR ESCÓSSIA - É igualmente bom não esquecer que o direcionamento das investigações não está apontando apenas para o Vereador Júnior Escóssia, Presidente do Legislativo de Mossoró. Não! As "falcatruas" existentes na Câmara de Mossoró, remotam a, no mínimo, duas décadas, o que corresponde a cinco legislaturas e dez mandatos de Presidente da Mesa Diretora. Basta ver quantos ocuparam os dez últimos mandatos...

CARLOS SANTOS - Um grande nome do jornalismo mossoroense.

Um comentário:

Anônimo disse...

Meu caro Hebert, a roubalheira que existe na Câmara dos vereadores de Mossoró é um verdadeiro ninho de vespas. O atual presidente, tal qual o Vicente Rego, está metendo a mão vergonhosamente no dinheiro que é repassado e ninguém faz absolutamente nada.