16 abril 2007

- GP DO BAHREIN: FELIPE MASSA VENCE E CONVENCE


Quem pensou que estariamos diante de um segundo Barrichello, enganou-se. Perfeito, Felipe Massa (foto) vence de ponta a ponta GP do Bahrein. Um dia após a contida comemoração de sua segunda pole no ano, Felipe Massa (Ferrari), enfim, teve um final de semana perfeito no Mundial de F-1. Sem falhas, venceu de ponta a ponta o GP do Bahrein e alcançou sua meta de iniciar um "novo" campeonato após dois resultados decepcionantes. Lewis Hamilton (McLaren), em segundo, e Kimi Raikkonen (Ferrari), em terceiro, completaram o pódio no circuito de Sakhir. O triunfo, o primeiro no ano, ocorre num momento em que o brasileiro estava pressionado. Era o único piloto das duas principais escuderias favoritas ao título que ainda não tinha sequer subido ao pódio. Na Austrália, após problemas em seu carro, largou em último, mas ainda conseguiu chegar em sexto lugar. Na semana passada, na Malásia, apesar de largar na pole, saiu mal, errou e foi apenas o quinto. E pior: via seu companheiro de equipe acumular pontos preciosos na competição. Desta vez, foi tudo diferente. Largou em primeiro e manteve a colocação. Apenas Hamilton tentou tirar sua vitória. Isso ocorreu apenas antes da primeira parada dos boxes e, em menor intensidade, nas últimas voltas. Entretanto, a Ferrari mostrou um desempenho melhor do que a McLaren em todo o final de semana. A vitória de Massa e o modesto quinto lugar de Fernando Alonso foram excelentes para o campeonato. O espanhol, Hamilton e Kimi Raikkonen somam 22 pontos, porém o atual campeão leva vantagem no critério de desempate --tem uma vitória (Malásia) e um segundo lugar (Austrália). Massa está logo atrás, na quarta posição, com 17 pontos.
Desta vez, Massa não perdeu a primeira posição. Kimi Raikkonen, porém, foi ultrapassado por Alonso no início e caiu para quarto. Mas o bom início do brasileiro quase foi prejudicado pela entrada do safety-car --o inglês Jenson Button (Honda) e o norte-americano Scott Speed (Toro Rosso) se envolveram em um acidente logo na primeira volta.
Após o reinício, Massa se manteve na liderança, mas com muita pressão de Lewis Hamilton. Somente na 13ª volta, conseguiu abrir mais de um segundo sobre o rival. Fernando Alonso e Kimi Raikkonen, por outro lado, travavam uma disputa particular pela terceira colocação.
Entre os primeiros colocados, Hamilton foi o primeiro a parar nos boxes. Bom para Massa, que, sem pressão, buscou fazer voltas rápidas. A estratégia deu certo. Após sua parada, o brasileiro voltou à frente do inglês e ampliou sua vantagem.
Já Raikkonen conseguiu recuperar o terceiro lugar depois da sua passagem pelos boxes. Não bastasse perder a posição, o atual campeão da categoria passou a ser pressionado pelo alemão Nick Heidfeld (BMW), que ultrapassou o piloto da McLaren e assumiu a quarta posição. Na parte final da corrida, Hamilton resolveu partir para cima de Massa. Faltando seis voltas, a diferença entre os dois era de apenas quatro segundos. Mas essa pressão parou por aí. O brasileiro soube administrar e venceu sua primeira prova no ano.
Enquanto o piloto da Ferrari entra na briga pelo título, o outro brasileiro da categoria, Rubens Barrichello, continua lutando para chegar até o final das provas. Neste domingo, o piloto da Honda terminou na modesta 13ª posição e continua sem pontuar no ano. (Fonte: Folha)

.
Resultado do GP do Bahrein
1. Felipe Massa (BRA/Ferrari) - 1h33min27s515
2. Lewis Hamilton (ING/McLaren) - a 2s360
3. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - a 10s839
4. Nick Heidfeld (ALE/BMW) - a 13s831
5. Fernando Alonso (ESP/McLaren) - a 14s426
6. Robert Kubica (POL/BMW) - a 45s529
7. Jarno Trulli (ITA/Toyota) - a 1min21s371
8. Giancarlo Fisichella (ITA/Renault) - a 1min21s701
9. Heikki Kovalainen (FIN/Renault) - a 1min29s411
10. Nico Rosberg (ALE/Williams) - a 1min29s916
11. Alexander Wurz (AUT/Williams) - a 1 volta
12. Ralf Schumacher (ALE/Toyota) - a 1 volta
13. Rubens Barrichello (BRA/Honda) - a 1 volta
14. Christijan Albers (HOL/Spyker) - a 2 voltas
15. Adrian Sutil (ALE/Spyker) - a 4 voltas
16. Anthony Davidson (ING/Super Aguri) - a 6 voltas

Não completaram
Jenson Button (ING/Honda)
Scott Speed (EUA/Toro Rosso)
Vitantonio Liuzzi (ITA/Toro Rosso)
Takuma Sato (JPN/Super Aguri)
David Coulthard (ESC/Red Bull)
Mark Webber (AUS/Red Bull)

Nenhum comentário: