20 novembro 2006

UMA VERDADEIRA DERRAMA CONTEMPORÂNEA!
Circula pela rede mundial de computadores, uma mensagem dando conta dos imposto embutidos nos preços dos principais produtos vendidos no Brasil. Embora não tenha eu averiguado todos os itens, entendo que o seu conteúdo é exatamente o que devemos conceber como algo extremamente preocupante. Na realidade, o que se poderia entender por uma espécie de “gula da máquina administrativa,” onde o Governo busca de todas as formas aumentar a arrecadação via carga tributária, que já ultrapassou a 1/3 (um terço) do PIB-Produto Interno Bruto, deveria mesmo era servir para, em face de tão grave assunto, assumirmos a nossa letargia, e mostrar a todos o que estamos a digerir e o que podemos fazer para, na pior das hipóteses, reverter a situação. Na realidade, a sociedade como um todo precisa pôr o assunto em pauta o mais urgente possível. É fato que, mesmo depois de pagar esse absurdo de impostos ainda tenhamos que “aceitar” uma espécie de roubalheira perenizada no âmbito da Administração Pública, sem esquecer, no entanto, do medíocre retorno dos bens e serviços oferecidos pelos Governos em todos os seus níveis (federal, estadual e municipal). Confira os percentuais indicentes nos principais produtos comercializados no Brasil, cuja relação tem nascedouro no IBPT-Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário:
PRODUTO - % Tributos
Mesa de madeira 30,57%
Cadeira de madeira 30,57%
Sofá de madeira/plástico 34,50%
Armário de madeira 30,57%
Cama de madeira 30,57%
Motocicleta de até 125 cc 44,40%
Motocicleta acima de 125 cc 49,78%
Bicicleta 34,50%
Vassoura 26,25%
Tapete 34,50%
Passagens aéreas 8,65%
Transporte Rod. Interest Pass 16,65%
Transporte Rod. Interest Cargas 21,65%
Transporte Aéreo de Cargas 8,65%
Transporte Urb Pas. Metropolitano 22,98%
MEDICAMENTOS 36%
CONTA DE ÁGUA 29,83%
CONTA DE LUZ 45,81%
CONTA DE TELEFONE 47,87%
Cigarro 81,68%
Gasolina 57,03%
ALIMENT BÁSICOS
Carne bovina 18,63%
Frango 17,91%
Peixe 18,02%
Sal 29,48%
Trigo 34,47%
Arroz 18%
Óleo de soja 37,18%
Farinha 34,47%
Feijão 18%
Açúcar 40,4%
Leite 33,63%
Café 36,52%
Macarrão 35,20%
Margarina 37,18%
Margarina 37,18%
Molho de tomate 36,66%
Ervilha 35,86%
Milho verde 37,37%
Biscoito 38,5%
Chocolate 32%
Achocolatado 37,84%
Ovos 21,79%
Frutas 22,98%
Álcool 43,28%
Detergente 40,50%
Saponáceo 40,50%
Sabão em barra 40,50%
Sabão em pó 42,27%
Desinfetante 37,84%
Água sanitária 37,84%
Esponja de aço 44,35%
HIGIENE
Sabonete 42%
Xampu 52,35%
Condicionador 47,01%
Desodorante 47,25%
Aparelho de barbear 41,98%
Papel Higiênico 40,50%
Pasta de Dente 42,00%
MATERIAL ESCOLAR
Caneta 48,69%
Lápis 36,19%
Borracha 44,39%
Estojo 41,53%
Pastas plásticas 41,17%
Agenda 44,39%
Papel sulfite 38,97%
Livros 13,18%
Papel 38,97%
Agenda 44,39%
Mochilas 40,82%
Régua 45,85%
Pincel 36,90%
Tinta plástica 37,42%
BEBIDAS
Refresco em pó 38,32%
Suco 37,84%
Água 45,11%
Cerveja 56%
Cachaça 83,07%
Refrigerante 47%
CD 47,25%
DVD 51,59%
Brinquedos 41,98%
LOUÇAS
Pratos 44,76%
Copos 45,60%
Garrafa térmica 43,16%
Talheres 42,70%
Panelas 44,47%
CAMA, MESA E BANHO
Toalhas - (mesa e banho) 36,33%
Lençol 37,51%
Travesseiro 36%
Cobertor 37,42%
Automóvel 43,63%
ELETRODOMÉSTICOS
Fogão 39,50%
Microondas 56,99%
Ferro de Passar 44,35%
Telefone Celular 41,00%
Liquidificador 43,64%
Ventilador 43,16%
Refrigerador 47,06%
Vídeo-cassete 52,06%
Aparelho de som 38,00%
Computador 38,00%
Batedeira 43,64%
Roupas 37,84%
Sapatos 37,37%
MAT. CONSTRUÇÃO
Casa popular 49,02%
Telha 34,47%
Tijolo 34,23%
Vaso sanitário 44,11%
Tinta 45,77%
Fertilizantes 27,07%
Móveis (estantes, cama, armários) 37,56%
Mensalidade Escolar 37,68%+ISS 5%

Nenhum comentário: