10 outubro 2006

-QUEM PERDEU O DEBATE?

Seria impreciso, e até mesmo imprudente, afirmar quem venceu o debate, porque não houve nocaute, não obstante o fato de Alckmin tenha deixado Lula nas cordas por mais tempo. Certamente por causa disso, os dois lados têm se declarado vencedores. No entanto, ao fim e ao cabo, induvidosamente, quem perdeu o debate foi o cidadão brasileiro. Quando dois candidatos batem boca, e não definem um projeto nacional soberano, com auto-determinação para o país, o azar é de quem tem o poder de conferir um mandato, ou seja, de todos nós.
Confira o que disseram os candidatos, e tire você mesmo as suas conclusões:
“Eu quero saber quem arquitetou este plano maquiavélico porque o único ganhador foi o meu adversário”. (Lula, em resposta a Alckmin sobre suposta compra de dossiê pelo PT contra tucanos)
“Quanta mentira. Como Lula mudou. As CPIs só saíram porque o Roberto Jefferson falou”. (Alckmin, sobre abertura de CPIs no governo petista)
"Prefiro os que me criticam, porque me ajudam; aos que me bajulam, porque me corrompem". (Alckmin, citando Santo Agostinho)
“Sou de formação pobre, mas quem não deve não teme!”. (Lula)
“Não seja leviano. A única coisa boa que o FHC criou foi o cartão corporativo. Aliás, não puseram ele aqui por quê? Vergonha? Então, meu querido, vá com cuidado, vá devagar, na frente dessa câmara aqui há gente inteligente assistindo”.
(Lula, respondendo a Alckmin sobre gastos da Presidência em cartão corporativo)
“Ele sabe tudo sobre o governo de FH, pena que não saiba sobre seu governo”.
(Alckmin, ironizando o adversário sobre escândalos no governo)
“É a única coisa que vocês sabem fazer. Ou aumentar imposto ou vender o patrimônio público para ter dinheiro para poder fazer alguma obra”. (Lula, ao criticar investimentos sociais do PSDB)
“É só chamar os seus amigos de 30 anos e perguntar”.
(Alckmin, sobre o dinheiro para compra do dossiê)
“Pensa que ainda estamos na Guerra Fria”.
(Lula, ao responder críticas do adversário sobre a política externa brasileira)
“O governo Lula, do PT, é um governo tartaruga. Está parado”. (Alckmin, sobre a economia)
“A lógica da ética não é saber antes. É punir quando acontece”.
(Lula, respondendo ataques de adversário)
“Nem o Papa tem avião. Ele tinha quatro. Eu quero dizer que vou vender esse Aerolula. Vou fazer cinco hospitais com esse dinheiro porque é dinheiro jogado fora”.
(Alckmin, sobre avião da Presidência, o Air Force 51).
“Sem essa coisa de ficar bravo, que não faz teu gênero”.
(Lula, provocando o adversário, bem mais agressivo que de costume)
“Se há alguém que não tem moral para falar de ética é o governo do presidente Lula”.
(Alckmin, rebatendo chavões usados pelo adversário)
“Sessenta e nove pedidos de CPI foram engavetados. A que preço, eu não sei”.
(Lula sugerindo que o governo paulista fez igual ao dele e pagou mensalão para a Assembléia)
“O candidato se comporta como comentarista. Se omite, se esconde e não enfrenta o problema”. (Alckmin, criticando Lula por sua análise superficial do combate à corrupção)

Nenhum comentário: