19 outubro 2006

-LULA E ALCKMIN USAM DISCURSOS MAIS LEVES.

Campanha dos candidatos, ao menos no rádio, ganha contornos mais propositivos.

Os programas eleitorais dos candidatos à Presidência da República apresentados na manhã desta quinta-feira confirmam tendência dos últimos dias de que, no rádio, a campanha ganha ares propositivos e os ataques diminuem de intensidade.Tanto o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, como o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição pelo PT, usaram seu tempo de propaganda eleitoral no rádio para enumerar propostas e promessas em diversas áreas. Preocupado em se mostrar um conhecedor do Brasil, Alckmin destacou propostas por região. Para o Nordeste, afirmou que vai incentivar investimentos em pequenas indústrias e oferecer mais capacitação profissional. Para o Centro-Oeste, disse que o principal problema a ser atacado é o reforço da polícia de fronteira. O presidente Lula preferiu dividir propostas por tema. Falando em geração de emprego, destacou propostas em duas áreas: economia (entre elas, o aprofundamento do corte na taxa de juros) e infra-estrutura (citando projetos no Rio, Pernambuco e Ceará). A campanha do petista destacou dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) sobre aumento da renda do trabalhador e afirmou que o governo Lula criou 7,5 milhões de empregos. As provocações e críticas aparecem pontualmente. Curiosamente, em ambas as campanhas, estão concentradas em quadros criados especificamente com esta função. No caso de Alckmin, a crítica de hoje --no estilo "você sabia?"-- foi à conservação das rodovias federais. Um narrador pergunta "Você sabia que as estradas federais foram abandonadas pelo governo do Lula?". Em seguida, o apresentador do programa diz que "9 das 10 melhores estradas do país estão em São Paulo" o que é resultado dos "investimentos feitos pelo governo do Geraldo Alckmin". Em outro momento, um eleitor diz estar cansado de tanta corrupção. No programa de Lula, no quadro chamado "A Hora da Verdade", destaca-se a ação apresentada pelo PFL ao STF pedindo a suspensão do ProUni (Programa Universidade para Todos). "O PFL e o PSDB nunca fizeram nada quando estavam no poder para ajudar o jovem carente a cursar uma universidade. Agora, tentam acabar com um dos maiores programas de inclusão social do país", diz o narrador no programa petista. (Fonte: Folha)
- G E R A I S -
AGENDAS DE VILMA E GARIBALDI - As assessorias dos candidatos ao governo do RN, divulgaram as agendas para hoje, 19 de outubro de 2006.
Garibaldi Filho
09 h - Reunião com Itamar Rocha e lideranças da região do Mato Grande - Natal
Local: Auditório do Hotel Maine - Natal
15 h - Caminhada e comício no Bairro das Quintas - Natal
19 h - Caminhada e comício no município de Monte Alegre
21 h - Caminhada e comício no município de São José de Mipibu
Wilma de Faria
8h30 – Natal
Caminhada com comícios-relâmpago na Guarita
11h – Natal
Gravação de programa de TV e Rádio
15h30 – Natal
Caminhada com comícios-relâmpago em Nova Descoberta
18h – Parnamirim
Caminhada e comício da Vitória do Povo
WEB PIRATAS - Na condição de vítima dos "piratas da Internet", quero sugerir aos que acessam este blog o seguinte: independentemente de outras cautelas, mude, semanalmente, as suas senhas utilizadas para acessar o seu banco pela Internet, ou seja, senha da conta, senha da internet, assinatura eletrônica. Pode até não evitar, mas dificulta em quase 100% a possibilidade de acesso por um terceiro.
OBRIGADO - Ao dr. Edson Oliveira, assessor jurídico do ITEP, Mossoró, obrigado pelo acesso a este blog.
MAIORIA - Tem muito "analista" político dizendo aos quatro cantos que cairá, no mínimo pela metade, a maioria de Garibaldi Filho sobre Vilma de Faria em Mossoró.

Nenhum comentário: