05 outubro 2006

-GARIBALDI NÃO REPETIRÁ A VOTAÇÃO DO PRIMEIRO TURNO

No primeiro turno, Rosalba restou beneficiada com os votos do PMDB, inclusive em Mossoró. No segundo, provavelmente, não terá como retribuir.
Engana-se quem pensa que a votação do candidato Garibaldi Alves Filho deverá se repetir no segundo turno. A nível de Mossoro, por exemplo, desde a divulgação do resultado, passaram acircular algumas explicações para a estrondosa votação obtida pela ex-prefeita Rosalba Ciarlini: que é a maior liderança; que é a mais preparada; que é a mais carismática; e por ai vai. No entanto, o que não se pode negar, por óbvio até demais, são alguns fatores que entendo serem propiciadores do resultado final. Primeiro, tiveram um peso enorme, é lógico, os relevantes serviços presetados por Rosalba, ao longo de três mandatos como prefeita de Mossoró. Isso é fato. Segundo, a ex-prefeita, não teve concorrente à altura na cidade. Os demais candiatos praticamente não vieram por estas bandas. Fernando Bezerra, talvez por achar que os votos de Rosalba já estavam "cristalizados" entregou a sua campanha na cidade a uns dois ou três suplentes de vereador. Já Geraldo Melo, o velho tamborete de guerra, botou na rua uma espécie de "bloco do eu sozinho", e deu no que deu. Enfim, o eleitor não dispunha de melhor opção para o senado! No segundo turno, Garibaldi deverá não conseguir a mesma desenvoltura do primeiro.
GERAIS
Missão possível - Depois de eleger o irmão Cid Gomes, governador do vizinho estado do Ceará, Ciro Gomes, que também conquistou um mandato de Deputado Federal, por aquele Estado, se fortalece e continua na coordenação da campanha do presidente Luis Inácio. Ontem, em Brasília, Ciro acertou com a Governadora Vilma de Faria, a sua vinda ao Rio Grande do Norte para participar de comícios em Natal e Mossoró.
Missão impossível - Para ser executada no Estado de Minas, o presidente Luis Inácio, de sua livre e espontânea vontade, delegou aos ministros Hélio Costa, das Comunicações, e Walfrido Guia, do Turismo, e ao seu vice-presidente José Alencar, pasmem, a quase impossível missão de neutralizar o prestígio do governador Aécio Neves, e, de quebra, impedir o crescimento do candidato Geraldo Alckmin.
Ela é carioca... -
Com 17,13% dos votos do Rio de Janeiro e apenas 13,31% em Alagoas, sua terra natal, a Senadora e candidata à presidência no primeiro turno, bem que poderia repetir o feito do saudoso Leonel Brizola... ela é carioca... ela é carioca...
Exumações - Depois do ex-presidente Collor, que se elegeu no último dia primeiro senador pelo estado de Alagoas, outro que pode ser considerado como exumado é o ex-senador Jader Barbalho (PMDB-PA). Eleito deputado federal, Jader poderá fazer couro com outro que foi exumado pela metade: Severino Cavalcanti. O velho severo é o primeiro suplente da sua coligação que tem o candidato ao Governo Eduardo Campos (PSB), que pode ser eleito governador de Pernambuco. Ai, é só convocar um deputado para uma secretaria que o velho Severo retornará à Câmara.

Nenhum comentário: