01 setembro 2013

COMISSÃO DA MEMÓRIA E DA VERDADE OUVIRÁ RELATO DA FILHA DE VICENTE LOPES DE LIMA.

A Comissão da Memória e da Verdade Anatália Alves, irá ouvir na próxima segunda-feira, o depoimento de Maria Neuza Fernandes Lopes, filha de Vicente Lopes de Lima, ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Mossoró, militante do partido comunista, preso e torturado durante o regime militar no Brasil. Maria Neusa procurou a comissão na tarde desta sexta-feira (30), e em reunião extraordinária, ficou decidido que seu depoimento seria ouvido no próximo dia 02, às 17h30, na sede da OAB Mossoró.
A família já deu entrada em um processo em busca de justiça ao que aconteceu naquela época. O presidente da Comissão, Wellington Barreto, disse que “dos casos vistos por essa comissão até agora, esse é o que tem o processo mais completo”.
Vicente Lopes de Lima foi um dos primeiros moradores do bairro Boa Vista em Mossoró, passou três anos preso durante a ditadura. Devido às torturas que sofreu adquiriu a doença de Parkinson. Vicente Lopes faleceu em 1995. Morreu pobre e nunca recebeu nenhum tipo de reconhecimento. Até hoje a família dele luta para que sua história não seja esquecida.
VICENTE LOPES DE LIMA, nasceu em Alato Santo no vizinho estado do Ceará, mas  logo em sua plena juventude veio morar em Mossoró, e, dedicou-se a trabalhar como comerciante juntamente com sua esposa  FRANCISCA FERNANDES LOPES, para se manterem e sustentar sua família.
Vicente Lopes - Vereador  Presindente da CMM
 VICENTE LOPES logo percebeu a necessidade dos movimentos sociais e políticos da Cidade de Mossoró, por homens honestos, corajosos e de decisões firme e fortes, para defender o povo e enfrentar na época a “Ditadura Militar”,  que comandava o pais, regime cruel que trouxe muita dor e tristeza ao povo brasileiro.

VEJA UM POUCO DA HISTÓRIA DE VICNETE LOPES:

VICENTE LOPES DE LIMA ficou conhecido no Bairro Boa Vista como um grande lutador e defensor da democracia, com muita luta, trabalho e suor construíram com a senhora FRANCISCA FERNANDES LOPES carinhosamente chamada no bairro de “DONA SANTA”, uma família composta de 10 (dez) filhos sendo cinco (cinco) homens e cinco (cinco) mulheres. Com muita luta e trabalho VICENTE LOPES como era chamado foi eleito vereador na cidade de Mossoró-RN, pelo antigo MDB no ano de 1972, tempos difíceis o Brasil vivia o então regime mais cruel que já se ouviu falar O REGIMI MILITAR.

VICENTE LOPES por ser um defensor da sociedade e da democracia passou a ser taxado de comunista, porém na manhã de 25 de janeiro de 1973, ele VICENTE LOPES teve a porta de sua casa violada pelas forças federais que adentraram a casa do mesmo e o prenderam dentro da residência na frente de sua família e pra piorar a senhora sua esposa ainda amamentava uma pequena menina com poucos meses de vida, mesmo assim ele VICENTE LOPES foi algemado ainda dentro da sua residência na presença de todos os filhos e arrastado para fora da mesma e colocada em uma viatura do exército brasileiro e recambiada para um local incerto e não sabido por sua família, dias depois seus familiares tomaram conhecimento que VICENTE LOPES estava preso em Recife-PE, mm um presídio federal e depois de alguns meses sendo transferido para um presídio em Natal-RN, onde pode rever sua esposa e sua filha recém-nascida.

No mês de novembro do ano de 1974 ele VICENTE LOPES foi posto em liberdade e retornou para a cidade de Mossoró-RN, onde reencontrou a família e no mês de dezembro do mesmo ano reassumiu o cargo de vereador que o exerceu até o ano de 1976, perfazendo dois anos de pleno exercício, não percebendo no período mencionado qualquer remuneração ainda que a título de subsídio.  

Em nome deste bravo homem que um defensor das causas justas e libertária do povo, talvez! Não sei! Mas um pouco injustiçado e esquecido pelos historiadores de Mossoró e do Estado do Rio Grande do Norte, homenageio todos os lideres ou colaboradores, que participaram dos movimentos sociais e politicos que trouxe a liberdade do povo brasileiro.

Via  4DZ Patrulha

Nenhum comentário: