24 janeiro 2013

ELEIÇÃO DA MESA DA CÂMARA FEDERAL: PROMESSAS DE CANDIDATOS MIRAM O 'BAIXO CLERO'.


A cada dois anos, o grupo de deputados conhecido como “baixo clero” passa a ter as atenções das principais lideranças da Câmara. Na ânsia de evitar um novo “fenômeno Severino Cavalcanti”, ou até mesmo de repetir a situação, os candidatos à presidência da Casa elaboram suas principais propostas voltadas para os parlamentares de menor expressão. Em comum, mais espaço físico, em relatorias de medidas provisórias e cobertura dos veículos de comunicação oficial.

Alves - favorito para presidente da Câmara - foto web

As eleições da Mesa Diretora da Câmara estão marcadas para 4 de fevereiro. Ao analisar as propostas divulgadas pelos três candidatos declarados até o momento à presidência da Câmara – o favorito Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) e os deputados Júlio Delgado (PSB-MG) e Rose de Freitas (PMDB-ES) -, várias semelhanças são encontradas. Em comum, todos eles buscam o voto do baixo clero, grupo de deputados sem expressão nacional, com mandatos muitas vezes voltados para os interesses regionais. Você conhece algum deputado federal com tais atributos?

Nos planos divulgados oficialmente pelos três, além de entrevistas concedidas a diversos veículos de comunicação, boa parte das propostas são parecidas. No entanto, as que mais interessam os deputados do baixo clero são uma mudança na maneira que os veículos de comunicação da Câmara noticiam o trabalho parlamentar, a construção do Anexo V, com mais conforto para parlamentares, e uma divisão mais proporcional das relatorias de medidas provisórias.

NOTA: mesmo sendo favorito, o potiguar Henrique Alves, que é o atual líder do PMDB, tem contra si a divulgação de várias denúncias, o que pode gerar uma surpresa quanto ao resultado.


Fonte:congressoemfoco

Nenhum comentário: