01 julho 2011

ARTIGO DA SEMANA.

.
CONTINUANDO A CONVERSA
(Por Rubens Coelho - jornalista - rubensfcoelho@hotmail.com)
.
Como o leitor deve ter visto, no artigo da semana passada, estive na casa do meu compadre Libório da Picada Um. A conversa foi longa, entrou pela noite de lua clara, até altas horas. Os assuntos da prosa foram diversos, impossível de transcrevê-los todos, pois somente uma parte, ficou extenso, o que se pode chamar de “tijolaço”. Então, resolvemos descrever nossa conversa em partes.
.
Perguntei ao velho camponês o que ele achava dos preparativos para a Copa do Mundo de 2014? – Meu amigo, na decadência do Império Romano, para ludibriar o povo, fazê-lo esquecer os problemas e não se revoltar contra a miséria reinante, os imperadores ofereciam pão e circo. Matar a fome divertir o povaréu era a tática para mantê-lo passivo diante das desgraças em que viviam.
.
O Brasil de hoje, tem semelhança com a Roma antiga, promove-se festas, futebol e drogas, menos o pão, essa é a diferença.
.
A tal Copa do Mundo de 2014, não passa de um diversionismo para amortecer a população numa tentativa de fazê-la esquecer os graves problemas que a aflige. Além do mais, a partir da Fifa, o que era para ser uma competição esportiva da mais popular modalidade no mundo e que poderia servir de congraçamento entre os povos, transformou-se numa jogada gigantesca de interesses mafiosos, onde a “Cosa Nostra” comandada pelo inglês Joseph Blatter, o “capo” da Fifa, com seus representantes em cada país participante da “família”. 
.
Só para se ter uma idéia, li no jornal O Estado de São Paulo que as rendas de radiodifusão e marketing da Fifa ultrapassaram os quatro bilhões de dólares no ciclo quadrienal encerrado com a Copa da África do Sul.
.
Em nosso país, o chefão da máfia, é Ricardo Teixeira, tão poderoso que fez o governo brasileiro, refém das falcatruas da CBF, mudar a Lei das licitações, tornando-as sigilosas. Será sem dúvida alguma, uma festa para as grandes empreiteiras e os beneficiários do propinoduto que campeará em todos os estados sedes dos jogos. 
.
Não é por amor ao povo e ao esporte que todos os governadores dos estados que sediarão os jogos, estão empenhadíssimos no projeto. Inclusive o do Rio Grande do Norte, que já contratou até a empreiteira que vai construir o monstrengo Arena das Dunas. Certamente, o Estado já resolveu todos seus graves problemas de saúde pública, educação e segurança pública, para citar apenas as questões mais urgentes.
.
Pois é, seu Libório, o cidadão brasileiro é espezinhado de todas as maneiras, até quando pensa que vai usufruir da diversão do seu esporte preferido. É terrível!
.
.
.

Nenhum comentário: