06 junho 2011

RN REALIZA A PRIMEIRA CAPTAÇÃO DE ÓRGÃOS PARA TRANSPLANTE NO INTERIOR DO ESTADO.

.

A saúde pública do Rio Grande do Norte viveu um momento histórico neste final de semana. Pela primeira vez, uma equipe da Central de Transplantes da Secretaria de Estado da Saúde Pública – Sesap realizou a captação de órgãos em uma unidade hospitalar no interior do estado.
A cirurgia aconteceu na noite deste sábado (04), no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. Dois médicos cirurgiões, que fazem parte da equipe da Central, embarcaram de Natal no avião do Governo do Estado rumo ao município. A governadora Rosalba Ciarlini garantiu, pessoalmente, a logística para a primeira captação multi-órgãos, acompanhando todo o processo.
De acordo com o coordenador da Central de Transplantes da Sesap, Rodrigo Furtado, foram retiradas as duas córneas, que serão transplantadas em pacientes do Rio Grande do Norte; dois rins, também destinados ao estado; e o fígado, que será transplantado em um paciente de Fortaleza. A preparação da potencial doadora – uma mulher de 61, vítima de Acidente Vascular Cerebral – levou 24 horas, tendo sido mantida artificialmente.
Participaram da cirurgia para captação dos órgãos a coordenadora da Central de Transplantes de Mossoró, Dra. Elizabeth Carrillo; os cirurgiões Dr. Fernando Lisboa Jr., Dr. Alexandre Borges e Dra. Keli Regina Holanda Rego; o anestesista Dr. Francisco Charles Raulino; e as enfermeiras Luana Moraes, Lourdens Miranda, Pecilla do Vale, Suzete Medeiros, Rejane Felix  e  Francineide Paula.  
Atualmente, o Rio Grande do Norte é o terceiro estado do país com maior captação de órgãos para transplante, ficando atrás, apenas, de Santa Catarina e São Paulo. Com a boa estrutura existente no Hospital Regional Tarcísio Maia e o treinamento que está sendo oferecido à equipe médica de Mossoró, a expectativa é que o município se transforme no segundo pólo de transplantes do RN, já que Natal ainda é a única cidade a realizar o procedimento.
Visando esse potencial, o Hospital Albert Einstein – centro de referência em medicina no Brasil – convidou 20 profissionais de Natal, entre médicos e enfermeiros, a participarem de um treinamento em São Paulo, na sede da instituição. A capacitação aconteceu em maio sem nenhum ônus para o Governo do Estado. E como a expectativa é que o número de transplantes aumente a partir da implantação desse novo pólo em Mossoró, uma equipe do Hospital Tarcísio Maia deve participar da mesma capacitação já no segundo semestre deste ano.
Com informações da Assecom e Foto de Carlos Costa
.
.

Nenhum comentário: